TERAPIA FAMILIAR

A "Terapia Familiar" é um acompanhamento psicoterapêutico da família em que se compreende a pessoa e os seus problemas, dentro do seu contexto relacional, designadamente, a família. É um tipo de intervenção que, normalmente, se inicia devido a uma situação de sofrimento por parte de uma família (ou casal) que procura a ajuda de um terapeuta para entender o momento em que se encontra e pensar em novas formas de enfrentar esta crise. Este tipo de intervenção ajuda a mobilizar recursos da família para fazer face a fases difíceis da vida, como acontecimentos inesperados ou mudanças expectáveis do percurso de qualquer família. 

Durante o processo terapêutico, este enfoque procura novas opções de relacionamento entre os elementos da família através sobretudo da comunicação familiar, da exploração da história familiar, das suas tradições e dinâmicas e dá especial atenção às forças presentes na família. É um espaço no qual se fomenta o crescimento emocional de cada um dos elementos a par de uma evolução concertada da própria família. 

Reparar, potenciar e melhorar relações é promover diretamente a saúde mental, razão pela qual é fundamental ter um espaço dedicado à família. Pretende-se trabalhar os funcionamentos mais disruptivos, os conflitos mais graves e os sentimentos mais profundos. A importância de intervir a um nível familiar está intimamente relacionada com o facto de este ser o lugar onde se desenvolvem sistemas de valores e de crenças, afetos e sentimentos de segurança e onde se aprende a socializar e a compreender a natureza e a continuidade das relações.